a você...

aqui---> palavras de um coração apaixonado...

quarta-feira, 29 de maio de 2013

Menina inocente...

 

Menina inocente...

Às vezes dança sozinha na rua...

Às vezes canta no chuveiro...

Às vezes chora com seu travesseiro.

Às vezes se sente livre...

Outras vezes com medo.

Ah pequena menina...

Que se fascina com aquele lindo sorriso...

E que se perde naqueles olhos negros...

Segura teu coraçãozinho pequena menina, que amor pode ser traiçoeiro.JM♥                                                                             imagem da net 

sábado, 11 de maio de 2013

Ele não sabe...

 

E ele não sabe quantas vezes aquela bela menina chorou por não ter o calor dos seus braços.
Ele não sabe quantas vezes os dedos dela digitaram sms e não teve a coragem de enviá-los.
Ele não sabe quantas vezes ela se deparou com o travesseiro todo molhado com as lagrimas que escorria do seu rosto ao lembrar-se dos momentos vividos juntos.
Ele não sabe quantas vezes ela sonhou em reviver aquelas brincadeiras boba que só eles sabiam.
Ele não sabe que todos os sonhos daquela bela menina tem um príncipe, que por mais que a tenha feito chorar, e sentir uma dor tão profunda que ela nunca imaginou sentir, não virou sapo, continuo sendo príncipe, SEU PRINCIPE.JM♥

(IMAGEM DA NET)
 

 

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Ela será única

“Ela será única. Você conhecerá outras pessoas, terá um flashback com a sua ex namorada, terá uma nova namorada, mas ela continuará sendo a sua preferida. Provará outros beijos, se sentirá frustrado, algumas vezes, ao perceber que aquela loira linda da festa não beija tão bem assim. Passará a mão em outros cabelos, alguns mais longos, outros mais curtos, mais cheios, mas de qualquer forma, sentirá falta dos cabelos dela, que de tão pouco se perdiam nos seus dedos. Você sentirá outros perfumes, amadeirados, cítricos, doces, e sentirá falta do cheiro da pele dela, que tinha um cheiro tão bom que te fazia fechar os olhos e suspirar fundo. Você chorará, toda noite, baixinho, sentindo a maior saudade que você já sentiu em toda a sua vida. Olhará para os lados, verá a vida passando, e sentirá uma falta quase mortal da vida que ela te proporcionava todos os dias. Você entenderá que a amava. Você entenderá que a ama. Você entenderá que ela será eterna. E-t-e-r-n-a. Você, ao conhecer outras com o mesmo nome, sentirá um aperto no peito ao dizer que esse nome é lindo, sentirá suas mãos tremerem ao lembrar que dizia que esse seria o nome da filha de vocês. O seu celular, ao tocar, após anos, após milhares de vezes, ainda desejará realizar uma ligação de vocês, aonde ela dirá que ainda te espera, e você dirá que está indo buscá-la, assim como em um texto que um dia ela escreveu. Você irá ler, palavra por palavra de tudo que ela escreveu um dia, e se surpreenderá ao ver que ela suplicava por você. Você se sentirá um idiota. Mas ela, ela continuará sendo única. Ela continuará sendo sua. Você continuará sendo dela. Mas a vida continuará. Ela fará um esforço descomunal para te esquecer, talvez, por alguns anos, ou até que toque a música de vocês, conseguirá. Lembrará de vocês com uma pequena tristeza mas com um grande afeto, assim como ela sempre disse, você ainda será a escolha dela, mas infelizmente, a vida lhe deu outras opções … Reticências, sua vida será repleta delas, assuntos não terminados, desejos não obedecidos, o maior e único amor da sua vida, perdido pela sua incapacidade de amar alguém. Você virá um dia para perto da casa dela, pensará uma, duas, três, mil vezes em um jeito de tentar achá-la, de descobrir se após tantos anos, ela ainda irá morar ali. Ela, irá para perto da sua casa, passará na sua rua uma, duas, três, mil vezes, na intenção de que você a veja e diga : ” Finalmente “. Ela passará mesmo na sua rua, porque sempre foi mais decidida que você, você ficará só planejando.”
Artista Desconhecido!! 

quarta-feira, 8 de maio de 2013

♪♪


Meu coração eu pus no bolso, mas apareceu um moço que tirou ele dali ♪(Ana Cañas)


Nunca Passa

imagen da net

Nunca passa... mas quase passa todos os dias.(Taty Bernadi)

domingo, 5 de maio de 2013

" "


A cada dia que vou vivendo, aprendo que a dor é algo tão inevitável quanto nascer ou morrer. Tão inevitável, tão improvável, tão difícil. Não sou acostumada com a dor, não vou e nem quero me acostumar a algo ruim, MUITO menos então, conformada, não posso me conformar com algo tão injusto. Não acho certo alguém tapar os olhos por estar com medo, pode até ser egoísmo da minha parte, mas o medo irracional de outra pessoa me machuca. Sei que essa pessoa não tem o dever de me proteger, e não tem também a intenção de me machucar, pelo contrário. Sei que nela eu posso confiar a minha vida, meus olhos e meu sorriso, somente pelo fato de ser o motivo disso tudo. Sinto me perder naqueles olhos castanhos. E quando me pego, estou o encarando, sem conseguir desviar o olhar. Como pode haver maldade naquele olhar? Como pode dali, daquela criatura tão indefesa, sair o meu maior sofrimento... e maior amor? Porque eu não consigo simplesmente fechar meus olhos que nem ele e fingir que não está acontecendo nada? Eu quero esse poder, eu quero ter essa força de fingir! Não estou sendo covarde, nem estou sendo infantil, mas nem sempre devemos num jogar no mar, ainda mais se não sabemos nadar! Já mergulhei uma vez, e por fim, desmaiei na praia. Não vou me jogar lá de novo, não sozinha.Eduarda Morgado

" "


 O que dói não é o fato da pessoa que você gosta não sentir o mesmo por você, é saber que ela vai sentir por outra pessoa o que você sente por ela, e você, que sente na pele aquele sentimento, sabe como ele vai se sentir, e sabe também que quando acontecer, vai ser irreversível.
No meu caso, isso me dói sim, mas o que me machuca mais não é isso. O que me machuca é olhar pra trás e ver que o sentimento que eu tenho hoje por ele, já foi o mesmo dele por mim. Nós compartilhamos em algum momento. Hoje eu sinto frio na hora de dormir, mas eu lembro de uma noite que dormimos abraçados sussurrando coisas que ninguém vai saber. Eu lembro que fechei os olhos e uma de suas mãos estava me enlaçando o ombro e a outra estava em cima da minha mão, e eu estava lá, feito um bebê dormindo no peito dele, sentindo aquele vai e vêm da respiração quente na minha nuca. Lembro também de uma uma vez que eu estava perdida nos meus pensamentos, alheia a tudo que estava em volta, ele simplesmente pegou a minha mão, sem que ninguém notasse. Senti meu corpo tremer e tudo se resumir simplesmente naquele toque. Ele sorriu... sorriu pra mim.
Mas hoje em dia, ele sorri... mas não é pra mim que ele sorri. Costumo dizer então que nós passamos muito tempo viajando, eu e ele. Viajamos e fomos felizes, ele era meu e eu era dele, ele sabia que eu era a garota dele. Todas os dias eram de beijos e sorrisos, que compartilhamos experiências e que fomos tudo um para o outro, que juramos jamais nos perder, que o brilho do nosso olhar não ia embora... Mas um dia... tivemos que voltar. Ele não esqueceu meu nome e meu número, ele ainda lembra de mim, mas ele se esqueceu do nosso sentimento, do jeito que eu sorria quando estava com ele, do jeito que ele se sentia feliz quando estavamos juntos.

Não sei dizer, meus caros, se tudo não se passou de uma grande ilusão, ou confusão... ou experiência. Carrego comigo bons momentos, e são eles que me machucam.
Eu ainda lembro quando estava deitada no peito dele, eu disse com a voz chorosa:
'' é que eu tenho medo de perder você.''
E ele pensou um pouco antes de responder...
'' Você nunca vai me perder''
ele mentiu
Eduarda Morgado

sábado, 4 de maio de 2013

Foi vc...

Foi Você...
É Você...
E Vai ser pra sempre VOCÊ...Jm♥

Fui fiel

Hoje eu acordei, me veio a falta de você
Saudade de você, saudade de você
Lembrei que me acordava de manhã só pra dizer:
“Bom dia, meu bebê!
Te amo, meu bebê!”

Foi bonito, foi
Foi intenso, foi verdadeiro
Mas sincero
Sei que fui capaz
Fiz até demais
Te quis do teu jeito

Te amei, te mostrei
Que o meu amor foi o mais profundo
Me doei, me entreguei
Fui fiel! Chorei, chorei...

Hoje eu acordei, me veio a falta de você
Saudade de você, saudade de você
Lembrei que me acordava de manhã só pra dizer:
“Bom dia, meu bebê!
Te amo, meu bebê!”

(Pablo"fui fiel")